Quinta-feira, 02 de Abril de 2009

 

Protocolo experimental (adaptado do manual de instruções do Kit) 

 

 

Lista do Material Necessário:

1 Lâmina escavada

1 Bola de algodão

1 Pipeta de Pasteur 1 ml (solução do meio de cultura)

1 Pipeta de Pasteur 3 ml (Dáfnia)

1 Tira de papel de filtro

1 Gobelé (2 - 3 Dáfnias)

1 Pinça

1 Microscópio

1 Cronómetro ou relógio

1 Lápis

3 Folhas de papel A5

Gobelé com água (Dáfnias utilizadas na actividade)

 

 

  1. Elaboração da Preparação Microscópica

a. Com a ajuda de uma pinça colocar alguns fios de algodão na depressão da lâmina escavada (apenas os suficientes para aprisionar a Dáfnia).

Cuidado: Se for colocado algodão em excesso, não será possível observar a Dáfnia com a nitidez pretendida.

 

 

b. Adicionar 2 gotas da água do gobelé com as Dáfnias, com uma pipeta de Pasteur de 3 ml.

 

 

c. Usando a mesma pipeta de Pasteur recolher uma Dáfnia e colocá-la em cima dos fios de algodão (evitar colocar mais do que duas gotas de água com a Dáfnia).

  

 

  1. Observação ao Microscópio Óptico

 

Cuidado: A luz do microscópio aquece a água e a Dáfnia, provocando-lhe stresse.

 

a. Colocar a preparação na platina e acender a luz (menor intensidade possível).

b. Mover o parafuso macrométrico e, observando através da(s) ocular(es), focar a preparação.

c. Utilizando apenas o parafuso micrométrico, corrigir a focagem até obter uma imagem nítida.

d. Observar a Dáfnia, prestando particular atenção à localização do coração. (ponto de paragem opcional)

 

 

 

 

3. Contagem dos Batimentos Cardíacos - Controlo (Água)

 

O ritmo cardíaco das Dáfnias varia entre 200 a 300 Batimentos cardíacos Por Minuto (BPM), dependendo do tamanho e da idade das mesmas.

 

Técnica de Contagem dos Batimentos Cardíacos

Para determinar o ritmo cardíaco da Dáfnia, um aluno bate com a ponta de um lápis numa folha de papel, fazendo um ponto por cada batimento cardíaco que observar, enquanto outro elemento controla o tempo (10 segundos) com um cronómetro ou relógio. No final, conta-se o número de pontos registados.

 

 

 

 

 

 

METODOLOGIA

 

a. Efectuar a contagem: um elemento do grupo bate com a ponta do lápis na folha de papel por cada batimento cardíaco, enquanto outro elemento controla o tempo (10 segundos), com um cronómetro ou relógio.

Nota: As contagens devem ser realizadas rapidamente. Se as contagens demorarem muito tempo, adicionar mais uma ou duas gotas de água à preparação.

 

b. No final dos 10 segundos, contar o número de pontos na folha de papel e registar o valor no QUADRO I. (em Anexo)

 

c. Multiplicar a contagem obtida para os 10 segundos por 6 para determinar os BPM.

Nota: Se se verificarem contagens com valores superiores a 300 BPM ou inferiores a 200 BPM, deve repetir a contagem.

 

d. Determinar e registar o ritmo cardíaco da Dáfnia pela 2ª e 3ª vez, 10 segundos cada, e multiplicar os valores obtidos por 6. Estes são os valores do ritmo cardíaco (BPM) da Dáfnia para o controlo (água).

 

e. Somar os 3 valores do ritmo cardíaco (BPM) e dividir esse valor por 3 (número de contagens), obtendo a média do ritmo cardíaco (BPM) para a Dáfnia em condições controlo (água).

 

 

 

Quadro I – Ritmo Cardíaco da Dáfnia para o Controlo - Água

Individuo 1

Controlo (água)

Ritmo Cardíaco por minuto (x6) - BPM

Cardíaco/10seg.

1

 

a

2

 

b

3

 

c

Média Ritmo

Cardíaco/minuto

(a+b+c)/3

 

publicado por daphnianasobreira às 17:57